Este é um espaço de divulgação e debate das actividades da Associação dos Amigos da Ria e do Barco Moliceiro. Tem a sua sede no Estaleiro Escola no Cais da Ribeira de Pardelhas na Murtosa, e tem uma sala de apoio na Casa Fernando Távora em Aveiro
11.6.07
UE adopta plano de protecção para a espécie
Comércio da enguia-europeia passa a ser regulado pela CITES
11.06.2007 - 14h25 AFP, PUBLICO.PT


A enguia-europeia (Anguilla anguilla), ameaçada de extinção devido à pesca excessiva, foi hoje colocada sob protecção da CITES (Convenção sobre o Comércio Internacional de Espécies de Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção). Este parece ser um dia especial para a espécie, dado que a União Europeia adoptou também um plano com vista à sua protecção.

Os representantes de 171 países que participam na conferência aceitaram incluir a espécie no Anexo B da CITES, por proposta da União Europeia. Assim, o comércio de enguia-europeia passa a ser controlado e regulamentado internacionalmente.

A delegação portuguesa espera que a inclusão da enguia na CITES — que controla o comércio de mais de 33 mil espécies — venha a facilitar a fiscalização da legislação nacional, uma vez que em Portugal é proibida a captura do meixão, ou enguia-bebé (à excepção do rio Minho).

Nos rios da Suécia — país que apresentou a proposta à União Europeia — a espécie está já a desaparecer.

Até dia 14, os delegados presentes em Haia vão analisar 40 novas propostas de alteração à convenção ou às espécies dos seus anexos.

UE adopta plano de acção para conservar as enguias

Hoje, os ministros europeus da Agricultura e das Pescas, reunidos no Luxemburgo, adoptaram um plano de salvaguarda da enguia, informou a presidência alemã da UE.

O plano pretende aumentar a sua reprodução — deixando que pelo menos 40 por cento das enguias passem dos rios para o mar — e repovoar os cursos de água europeus, redistribuindo parte das capturas de juvenis pela aquacultura.

Esta espécie vive entre o mar e o rio. É pescada sobretudo nos estuários da Europa ocidental quando os meixões chegam do oceano para se instalarem nos rios, ou então quando os adultos chegam ao Atlântico, para aí se reproduzirem no Mar dos Sargaços, região que vai das Antilhas à Florida.

De acordo com a CITES, os "stocks" de enguias terão diminuído entre 95 e 99 por cento desde 1980.

Além da sobre-pesca, a enguia é vítima da destruição do seu habitat natural, da poluição e das barragens.

França e Espanha são os maiores pescadores de enguias da UE e atrasaram a adopção do plano, pedido pela Comissão Europeia há dois anos.
link do postPor Amiria, às 17:38  comentar

 
arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

blogs SAPO