Este é um espaço de divulgação e debate das actividades da Associação dos Amigos da Ria e do Barco Moliceiro. Tem a sua sede no Estaleiro Escola no Cais da Ribeira de Pardelhas na Murtosa, e tem uma sala de apoio na Casa Fernando Távora em Aveiro
6.10.04
A nossa “Confraria Gastronómica o Moliceiro” no intuito de animar e manter o convívio entre os Confrades marcou mais um “Jantar do Confrade”. Assim o Capítulo terá lugar na próxima sexta feira dia 08 de Outubro pelas 19.30 horas na sede da Associação dos Amigos da Ria e do Barco Moliceiro, no Cais da Ribeira de Pardelhas, na Murtosa. Este jantar está aberto à família, e amigos. Será servida uma tradicional Caldeirada de Enguias à Murtoseira. Neste Jantar a chancelaria propõe a realização de uma reunião de trabalho que terá a seguinte ordem do dia : Apresentação de contas; Admissão de novos Confrades; Marcação da cerimónia de Entronização de novos Confrades; Discussão de outros assuntos de interesse para a Confraria. Agradecemos a apelamos desde já à presença de todos os Confrades e amigos. Marcações até ao próximo dia 07 de Outubro para o telefone 917 530 407 (Confrade Venâncio ).

4.10.04
Recentemente têm vindo a público através da comunicação social, várias notas que dão conta de algum desentendimento institucional entre um Clube Náutico e uma Autarquia da Região da nossa Ria. Não queremos tomar qualquer partido na contenda, mas não podemos deixar de lamentar que o Barco Moliceiro “Ilhavense”, propriedade da Autarquia mas entregue à guarda do Clube, fosse utilizado como arma de arremesso nesta disputa, ferindo a dignidade de uma embarcação histórica que todos devemos respeitar e preservar. O clube intimou mesmo a Câmara em questão, a retirar o Barco Moliceiro das sua instalações, num prazo de poucos dias. A Associação dos Amigos da Ria e do Barco Moliceiro, rejeitando qualquer tomada de posição a favor ou contra qualquer das partes, repudia que esta embarcação histórica seja usada como um móbil desta contenda. Assim manifestou já a sua disponibilidade para acolher o Barco Moliceiro “Ilhavense” preservando-o de qualquer falta de cuidado ou abandono, até que a Autarquia proprietária encontre uma solução definitiva. A bem dos Barcos Moliceiros.
link do postPor Amiria, às 13:30  comentar

 
arquivos
2013

2012

2011

2010

2009

2008

2007

2006

2005

2004

subscrever feeds
blogs SAPO